Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

Buscar   OK
Brasil

Publicada em 27/10/19 às 19:57h - 5 visualizações
Termina votação na Argentina; imprensa local aponta tendência de vantagem de Alberto Fernández
Eleição teve comparecimento de mais de 80%. Projeções dão vantagem ao desafiante peronista Alberto Fernández, mas dados oficiais só começam a sair a partir das 21h.

G1


 (Foto: Felicidade Web Radio)

A votação nas eleições gerais da Argentina foi encerrada às 18h deste domingo (27). Projeção de tendências divulgada pela rede de TV Todonoticias aponta que o peronista Alberto Fernández tem vantagem em todo o país. De acordo com a emissora, ele teria cerca de 50% dos votos, contra cerca de 36% de Mauricio Macri, o que significa que o peronista pode vencer já no primeiro turno, frustrando a esperança de reeleição do liberal Mauricio Macri.

Pelas regras eleitorais do país, o primeiro colocado será eleito se tiver 45% dos votos ou, então, 40%, desde que tenha 10 pontos percentuais a mais que o segundo colocado.

Os primeiros dados oficiais são esperados para as 21h.

O diário "El Clarín" diz que fontes de ambas as campanhas concordam que Fernández deve se impor claramente na eleição, mas que no entorno de Macri não se descarte que possa haver um segundo turno. Houve um comparecimento superior a 80% do eleitorado, segundo o governo.

Já antes da divulgação da projeção na televisão, Macri pediu cautela com esse tipo de dado.

"É preciso esperar até as 21h com a maior tranquilidade possível. Atualmente se está sempre mais ansioso, mas precisa esperar até a noite. A boca-de-urna não tem rigor científico e não pode ser levada em consideração. Espere até as 21h e, se o resultado for uniforme, é preciso esperar muito mais ", insistiu Macri.

Por volta das 20h, enquanto na sede da campanha de Macri o clima é de apreensão e expectativa de ainda se chegar a um segundo turno, os simpatizantes de Fernández festejam em Buenos Aires no local onde esperam que, mais tarde, ele e Cristina Kirchner discursem.

Crise

Os argentinos escolhem o próximo governo que tem o desafio de superar a grave crise econômica em que seu país se encontra atualmente. Já desde agosto estava claro que o presidente atual, Mauricio Macri, que tenta tenta a reeleição, teria dificuldade de reverter o resultado das primárias de 11 de agosto, em que ficou em segundo com 32,93% dos votos, a quase 17 pontos do adversário Alberto Fernández (49,49%).




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:





(64)992902139

No Ar
PARADA DE SUCESSOS
Peça sua Música

  • Tony Silva
    Cidade: Brasil
    Música: Sunday Bloody Sunday
  • Sérgio Sales
    Cidade: Brasil
    Música: Faroeste Caboblo - Legiao Urbana
Publicidade Lateral
Bate Papo da Felicidade

Digite seu NOME:


Hora Certa

Parceiros

Copyright (c) 2019 - Felicidade Web Radio - Todos os direitos reservados